quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Record ataca cantora evangélica protegida da Globo


Record ataca cantora evangélica protegida da Globo
Reportagem no Domingo Espetacular


A Record destinou quarenta minutos do "Domingo Espetacular" do último dia 13 para atacar as igrejas evangélicas pentecostais. A reportagem exibida pela emissora tinha como objetivo criticar cultos que promovem uma prática chamada "cair no espírito". Na teoria, quando um pastor imbuído do espírito santo toca a cabeça de alguém, esta pessoa literalmente cai no chão com o "peso" da graça. A matéria revoltou muitos evangélicos. No Twitter, a hashtag #vergonharecord foi parar entre os assuntos mais comentados do país.

Os ataques se concentraram principalmente na cantora Ana Paula Valadão, uma das maiores vendedoras de discos de música gospel no país e contratada da Som Livre, braço fonográfico da Rede Globo. Pouco depois disso, o bispo Edir Macedo foi a público afirmar que alguns cantores evangélicos estavam "endemoniados". A reportagem exibiu um vídeo em que um pastor da Finlândia pôs as mãos sobre a cantora e seu pai, o Pastor Márcio Valadão, fazendo-os cair. Coincidência ou não, Ana Paula é um dos nomes cotados pela Globo para aparentar um programa voltado ao público evangélico no ano que vem. A artista é também uma das atrações do "Festival Promessas", que o canal exibirá em 18 de dezembro.

Esta é a terceira vez que a emissora promove ataques a Ana Paula. Nos bastidores da Record, há que, diga que a campanha antipentecostal não vai parar por aí

Nenhum comentário:

Postar um comentário