domingo, 4 de agosto de 2013

Evangelistica
    
No reta final da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio de Janeiro, neste final de semana, o pastor Silas Malafaia publicou diversas críticas à Igreja Católica através de seu perfil no Twitter.
Malafaia partiu da notícia de que a denominação liderada pelo papa Francisco estaria se organizando para estancar a perda de fiéis para as igrejas evangélicas no Brasil.
“A última está nos jornais de hoje: papa reúne 300 bispos para falar da perda católicos para os evangélicos. Quem esta preocupado? Tenho que [rir] kk Falar a verdade está incomodando? É recalque citar textos da Bíblia? Confrontar idéias virou inveja? Me confronte com a Bíblia ou ideias. A verdade absoluta para nós evangélicos é Jesus e não o papa. Reconhecemos que o papa é apenas o líder de uma religião, nada mais, nada menos. Estou no estado democrático de direito. Sou livre para discordar do que quiser e emitir a opinião que desejar. Se você não gosta, problema seu”, escreveu o pastor.
As publicações de Silas Malafaia desagradaram leitores de sua timeline, e o pastor passou a criticar ainda mais os que discordavam de sua opinião: “Tenho que rir, falar a verdade é ter ódio. A verdade é que tem gente que não suporta a verdade, quando ela o confronta. Deixa eu [rir] ahahahahahah Alguns católicos que não sabem discutir ideias estão atacando a minha moral. Querem respeito mas não respeitam os outros. Não estou preocupado se estou ou não agradando. O politicamente correto hoje é concordar com tudo que o papa faz ou fala. Sou livre para discordar. Incrível! As pessoas dizem que querem a democracia mas não suportam o contraditório. Graças a Deus o Brasil não tem religião oficial. Liberdade de expressão para todos dizerem a mesma coisa é ditadura da opinião. Pseudos democráticos aprendam a viver com opiniões contrarias”, retrucou o pastor.
twitter pastor silas malafaia

Nenhum comentário:

Postar um comentário