domingo, 11 de setembro de 2011

papai você pode me dar R$ 10.00


EvangelisticaUm homem chega em casa do trabalho, tarde, cansado e irritado e encontra seu filho de 5 anos esperando por ele na porta.

“Papai, posso lhe fazer uma pergunta?”

“Claro, filho, qual é?”, respondeu o homem.

“Papai, quanto você ganha por hora?”

“Isto não é da sua conta! Por que você quer saber?”, disse o homem com raiva.

“Eu só queria saber. Por favor, diga-me, quanto você ganha por hora?”, implorou o menino.

“Se você precisa saber, eu ganho R$20,00 por hora.”

“Ó”, retrucou o menino, curvando a cabeça. Olhando para cima, disse “Papai, por favor, você pode me emprestar R$10,00?”

O pai estava furioso. “Se a única razão para você saber quanto ganho é para que eu lhe empreste para que compre um brinquedo bobo ou alguma outra tolice, então se dirija para o seu quarto e já para a cama. Pense no quanto você é egoísta. Trabalho duro o dia inteiro e não tenho tempo para esses jogos infantis.”

O menino foi para o seu quarto e fechou a porta. O homem se sentou e começou a ficar mais furioso com o filho. Como ele ousara fazer aquelas perguntas só para conseguir alguns trocados? Depois de uma hora ou um pouco mais, o homem se acalmou e começou a pensar que tinha sido duro com o filho. Talvez fosse alguma coisa que ele realmente estivesse precisando comprar por R$10,00 e, na verdade, ele não costumava pedir dinheiro. O homem dirigiu-se para o quarto do menino e abriu a porta. “Você está dormindo, filho?”, ele perguntou.

“Não, papai, estou acordado”, respondeu o menino.

Estive pensando e acho que fui muito duro com você “, disse o homem. ”Foi um dia cansativo e acabei descontando em você. Aqui estão os R$10,00 que você me pediu.”

O menino sentou-se rápido, radiante.

“Obrigado, papai!”, gritou.

Em seguida, levantando o travesseiro ele pegou um punhado de notas amarrotadas. Ao ver que o menino já tinha algum dinheiro, o homem começou a se irritar de novo. O menino, calmamente, contou o dinheiro e olhou para o pai.

“Por que você quer mais dinheiro?”, resmungou o pai.

“Porque eu ainda não tinha o suficiente, mas agora eu tenho”, replicou o menino. “Papai, agora eu tenho R$20,00. Posso comprar uma hora do seu tempo?”

Nenhum comentário:

Postar um comentário